Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 15 - JAN/DEZ - 2018
ARTIGO
Relação entre coeficiente de recessão e índice de precipitação antecedente em bacias embutidas
Resumo:
O trabalho investigou o comportamento do coeficiente de recessão (K) do hidrograma e sua relação com as condições de umidade antecedente de três bacias hidrográficas embutidas. O K foi estimado por meio de 2 métodos: (i) ajuste exponencial dos segmentos de recessão do hidrograma para cada um dos eventos identificados; (ii) aplicação do método da tabulação para obtenção das curvas de recessão mestre (MRCs) para cada bacia e ano. Não foi verificada diferença significativa entre os coeficientes K médios obtidos pelos 2 métodos. Os valores característicos de K se mostraram superiores a 0,999, implicando em baixa taxa de decaimento da recessão, ou seja, as bacias apresentam potencialidade de armazenamento de água. Calculou-se o índice de precipitação antecedente (API) para os intervalos de 3, 7, 14, 21 e 30 dias e realizou-se análises estatísticas de regressão simples e multivariada. Os valores de API ficaram entre 0 e 30 mm, sendo que sua variabilidade aumenta quanto menor a bacia. Não foi encontrada uma relação estatística significativa entre API e K, sugerindo que este não é o parâmetro mais adequado para explicar o comportamento da recessão de acordo com condições de umidade das bacias. 
Palavras-chave: bacia hidrográfica do rio dos Bugres, curva de recessão mestre, retenção de água, umidade antecedente. 

 

 

Relation between recession coefficient and antecedent precipitation index in nested catchments
Abstract:
The work investigated the behavior of the recession coefficient (K) of the hydrograph and its relation with the antecedent humidity conditions of three nested catchments. The K was estimated by applying two methods: (i) exponential adjustment of the recession segments of the hydrograph for each of the identified events; (ii) application of the tabulation method to obtain the master recession curves (MRCs) for each basin and year. No significant difference was observed between the average K coefficients obtained by the 2 methods. The characteristic values of K were higher than 0.999, implying a low rate of decay of the recession, that is, the basins present water storage potentiality. The antecedent precipitation index (API) was calculated for the 3, 7, 14, 21 and 30-days intervals and statistical analyzes of simple and multivariate regression were performed. The API values were between 0 and 30 mm, and its variability increases the smaller the catchment. No significant statistical relationship was found between API and K, suggesting that this is not the most adequate parameter to explain the behavior of the recession with the basin moisture conditions. 
Keywords: Bugres river catchment, master recession curves, water retention, antecedent moisture. 

 

 

19 visualizações   12 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrhidro.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter