Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 15 - JAN/DEZ - 2018
ARTIGO
Contribuições de Modelos Baseados em Agentes (MBA) para gestão de sistemas hídricos urbanos
Resumo:
Os atuais Planos de Emergência (PE) para enfrentamento de escassez hídrica contam com o uso de sistemas de apoio a decisão que integram modelos matemáticos para representação do comportamento de sistemas hídricos frente a cenários de precipitação e de uso e ocupação do solo. A disponibilidade hídrica resultante dessas simulações tem sido calculada considerando a demanda como variável de entrada (externa) e sem avaliação do nível de cooperação a ser apresentado pelos consumidores de água frente a medidas e ações de gestão presentes nos PE. Este artigo apresenta fundamentos, aplicações e perspectivas do uso de Modelos Baseados em Agentes na gestão da demanda de sistemas hídricos urbanos. É apresentada a concepção de um MBA para gestão da demanda de água na Região Administrativa de Brazlândia, no Distrito Federal brasileiro. No modelo concebido, cada agente (reativo) representa uma unidade familiar e suas decisões foram delineadas com uso da metodologia PAGE (Perceptions, Actions, Goals, Environmental). Os agentes foram categorizados por renda e o ambiente urbano é percebido pelos agentes em período seco ou chuvoso. A parametrização do comportamento dos agentes foi realizada por meio de questionários e permitiu obter um modelo conceitual implementado em plataforma multiagente. A aplicação do modelo possibilitou identificar padrões de comportamento de usuários urbanos de água em Brazlândia por categoria de renda frente a diferentes medidas de gestão. 
Palavras-chave: Modelos Baseados em Agentes (MBA), Sistemas Complexos Adaptativos (SCA), Gestão da Demanda de Água, Sistemas Hídricos Urbanos. 

 

 

Contributions of Agent Based Models for the management of urban water resources systems
Abstract:
The usual Emergency Plans for urban water resources shortage consider the use of decision support systems based on mathematical models that represent the hydrologic response of the system for different precipitation regimes and land use changes. The resulting water availability in these models has considered the urban water demand as an external variable (input) not sensitive to the level of cooperation of the water consumers in reducing their levels of consumption. This work presents the bases, applications and perspectives of the use of Agent Based Models (ABM) in urban water resources system management. It presents the conceptualization of a ABM applied to the urban water management of Brazlandia, in the Federal District of Brazil. The model uses reactive agents to represent households and their behavior and decisions were designed using the methodology PAGE (Perceptions, Actions, Goals, Environmental). The agents were classified as low, medium and high income. The environment was represented by raining and dry seasons. The conceptual model was implemented and parameterized based on field investigations and interviews in selected urban areas of Brazlandia. The application of the ABM showed some possibilities of urban water management improvements when considering the cooperation and behavior of water users in simulation models. 
Keywords: Agent Based Models (MBA), Complex Adaptive Systems (CAS), Water Urban Resources, Decision Support Systems 

 

 

38 visualizações   12 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrhidro.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter