Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 12 - Nº. 2 - JUL/DEZ - 2015
ARTIGO
Impacto das mudanças climáticas e do uso agrícola do solo no processo hidrológico no bioma Mata Atlântica/ Impact of climate change and agricultural land use on the hydrological process in the Atlantic Forest biome.
Resumo:
As mudanças climáticas globais têm sido relacionadas com alterações nos fenômenos climáticos, os quais refletem nos regimes de precipitação e nos processos hidrológicos. Associado às estas mudanças, o uso agrícola do solo pode afetar a distribuição dos fenômenos do ciclo hidrológico. Assim, este trabalho teve por objetivo avaliar os impactos do uso agrícola do solo e das mudanças climáticas nos componentes do ciclo hidrológico no bioma Mata Atlântica. O modelo SWAP de transferência solo-planta-água foi calibrado, tendo por base medições efetuadas em lisímetro de drenagem e, efetuadas simulações para os cenários de clima atual (período de 1960 a 1990) e, futuros (período de 2071 a 2100) A2 e B2, conforme definido no quarto relatório do IPCC. Foram empregados dados diários obtidos do Sistema PRECIS (Providing REgional Climates for Impact Studies), gerados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) com grades de 0,5 x 0,5°. Partindo-se da calibração do modelo SWAP para a cultura de milho, foi realizada a simulação para as culturas de aveia, cebola, feijão, milho, soja, trigo, pastagem, floresta e reflorestamento. Para cada cultura, foram adotados os parâmetros fenótipos, baseado nos dados disponíveis na literatura. Nota-se que as anomalias e variações foram diferentes para as culturas temporárias e perenes. As mudanças climáticas promoveram redução do escoamento de drenagem, que alimenta os cursos de água em períodos de estiagem e aumento do escoamento superficial, geradores de enchentes.  
Palavras-chave: Mudanças climáticas globais, uso do solo, ciclo hidrológico. 

 

 

Impact of climate change and agricultural land use on the hydrological process in the Atlantic Forest biome.
Abstract:
Global climate changes have been related to changes in climatic phenomena, which are reflected by precipitation regimes and hydrological processes. Associated with these changes, agricultural land use may affect the distribution of the hydrological cycle phenomena. This work aimed to evaluate the impacts of the agricultural use of soil and climate change on the hydrological cycle components in the Atlantic Forest biome. The SWAP model was calibrated based on measurements made in a drainage lysimeter and simulations performed for the current climate scenarios (from 1960 to 1990) and future (period 2071-2100) A2 and B2 as defined in the fourth report of IPCC. Daily data obtained from the PRECIS System (Providing Regional Climates for Impact Studies), generated by the National Institute for Space Research (INPE) with 0.5 x 0.5 ° grids were employed. Starting with the calibration of the SWAT model for the maize crop, the simulations were performed for oats, onions, beans, corn, soybeans, wheat, pasture, forest and reforestation crops. For each crop, phenotypic parameters were adopted, based on data available in the literature. It is noted that anomalies and variations were different for the temporary and perennial crops. Climate change promotes reduction of internal drainage that supplies streams during drought periods and increases surface runoff generating floods.  
Keywords: Global climate change, land use, hydrological cycle. 

 

 

190 visualizações   116 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter