Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 11 - Nº. 2 - JUL/DEZ - 2014
ARTIGO
O possível efeito de mudanças climáticas e suas incertezas sobre afluências em sistemas de recursos hídricos
Resumo:
Nas recentes décadas, tem sido observado um constante e gradual aumento da temperatura média do planeta. Apesar de controverso, o fenômeno é atribuído diretamente a ação antrópica e à emissão de gases de efeito estufa. O aumento da temperatura média é considerado o gatilho para os processos de alterações extremas no regime de precipitações e outras variáveis atmosféricas. A precipitação, por sua vez, é componente do ciclo hidrológico, que juntamente com algumas outras variáveis como vegetação e solo, são determinantes da disponibilidade hídrica de uma bacia hidrográfica através do escoamento superficial e a recarga do solo. Neste artigo é apresentada uma metodologia que procura de forma simplificada, analisar os resultados dos modelos de circulação global (GCM) preparados para o quinto relatório de situação (AR5)do -IntergovernmentalPanelonClimateChange- - IPCC. A metodologia consiste em corrigir as séries de precipitação dos modelos utilizando técnicas de -downscaling- e correção de viés. Mais especificamente, séries de precipitações mensais históricas observadas são corrigidas utilizando os períodos de controle e as projeções para os vários cenários futuros dos modelos GCM através de ajuste e correlação de distribuição empírica de probabilidades. A correlação estatística entre o período de controle ou base dos GCM e os cenários futuros, é realizada de tal forma que a não estacionaridade das séries de precipitação, naturalmente induzidas pelas mudanças no clima, sejam adequadamente consideradas. As séries de precipitação estatisticamente corrigidas e obtidas para os cenários futuros são utilizadas para a geração das séries de vazão média natural através de um modelo chuva-vazao, calibrado com dados observados. Como estudo de caso, são utilizadas as principais bacias dos reservatórios constituintes do Sistema Cantareira, um importante contribuinte para o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo - RMSP, responsável pelo fornecimento de aproximadamente 33 m3/s. Na análise, foram considerados modelos com dados mensais disponíveis para três cenários futuros, discutidos e apresentados no artigo. Os resultados mostram uma grande incerteza no afluxo de vazões com tendência de aumento na afluência média para a bacia dos reservatórios Jaguari/Jacareí e diminuição nos outros reservatórios do sistema. É brevemente discutida também o aumento do risco de falhas na garantia com comparação dos resultados com a atual crise hídrica pela qual passa o Sistema Cantareira. 
Palavras-chave: disponibilidade hídrica, modelos de circulação global, modelagem matemática 

 

 

The possible effect of climate changes and their uncertainties on inflows in water resources systems
Abstract:
In recent decades there has been a constant, gradual rise in the average temperature of the planet. Although somewhat controversial, these phenomena are directly linked to human activity and the emission of gases responsible for the so called greenhouse effect. The rise of the average temperature is believed to be responsible for the changes in the extreme precipitation patterns and other atmospheric variables. Precipitation is an important component of the hydrological cycle that together with other variables such as land use and vegetation affects water availability in a watershed by influencing runoff and underground recharge. This paper presents a simplified methodology that aims at the analysis of several global circulation models (GCM) prepared for the 5th Assessment Report of the -Intergovernmental Panel on Climate Change- - IPCC. The methodology consists in downscaling and bias correcting the precipitation series for the future scenarios of the GCMs based on the control or historical runs and observed data using empirical probability distributions. Bias correction is performed in a way that will adequately represent the non-stationarity of the precipitation series naturally introduced by climate changes. The bias corrected series for the future are used for generating the inflow series using a rainfall runoff model. The main watersheds of the Cantareira System Reservoirs were used as a case study. The system is responsible for providing more than 50% of the water for the Sao Paulo Metropolitan Region (RMSP), approximately 33 m3 /s. In the analysis monthly data from the GCM models were used for three future scenarios. Results show high uncertainty for the inflow series with a trend toward increasing average flow for the Jaguari/Jacarei reservoir and a decrease for the others. A brief discussion comparing results from the climate models with the current drought is also presented. 
Keywords: water availability, global circulation models, mathematical modeling. 

 

 

257 visualizações   164 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 - Fax: (51) 3493 2233 - Celular: 55 9 9133 5038 - E-mail: abrh@abrhidro.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter