Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 8 - Nº. 2 - ABR/JUN - 2003
ARTIGO
Assoreamento em Reservatórios do Semi-árido: Modelagem e Validação
Resumo:
Considerando-se a importância estratégica dos reservatórios para o semi-árido, faz-se necessário investigar os processos que comprometem seu rendimento quantitativo e qualitativo ao longo do tempo. Entre estes merece destaque o processo de assoreamento, objeto de estudo desta pesquisa. No presente artigo propõe-se metodologia para estimar assoreamento em reservatórios do semi-árido a partir de parâmetros topográficos, pluviométricos, pedológicos e de cobertura vegetal da bacia hidrográfica, gerando-se um modelo intitulado HidroSed. O modelo permite estimar o transporte difuso de sedimentos pelos métodos de Maner, Roehl e Williams-Berndt. Para validação do modelo foram analisadas seis bacias hidrográficas rurais e uma bacia urbana, todas localizadas no estado do Ceará e controladas por um reservatório. As bacias estudadas apresentam grande amplitude de área de contribuição (3 km2 a 1220 km2), capacidade de reservação (0,5 hm3 a 126 hm3) e características fisiográficas (sertão, serra, litoral). Após aplicação do modelo HidroSed (com passos mensais e sem calibração de parâmetros) foi realizada campanha para medir a redução de volume do reservatório desde sua conclusão até a data de medição de controle. Através da realização de sondagens mediu-se a massa específica aparente do material assoreado, o que permite calcular a massa assoreada no período que foi, em média, de 68 anos. A comparação dos valores simulados e medidos demonstrou que o modelo errou, em média, apenas 29%, quando a formulação de Maner foi utilizada. Ficou demonstrada a pouca aplicabilidade das equações de Roehl e Williams-Berndt para as bacias estudadas. De acordo com os dados de campo, a taxa de assoreamento característica é de aproximadamente 2,7 t.ha-1.ano-1, o que corresponde à perda média de volume de 1,85% a cada década. Para o estado do Ceará isso significa uma perda aproximada de 22 hm3 por ano. 
Palavras-chave: assoreamento; reservatórios; semi-árido. 

 

 

248 visualizações   152 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrhidro.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter