Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 9 - Nº. 1 - JAN/MAR - 2004
ARTIGO
Relações Entre as Vazões Observadas Médias, Máximas e Mínimas em Pequenas Bacias Hidrográficas
Resumo:
Este trabalho apresenta relações entre as vazões médias, máximas e mínimas observadas em pequenas bacias hidrográficas, com área
variando de 0,53 a 125 km2, pertencentes à bacia hidrográfica do rio Vacacaí Mirim, em Santa Maria - RS. São apresentadas relações entre as
vazões médias diárias, máximas e mínimas, obtidas através das vazões instantâneas e com registros às 7:00 e às 17:00 horas. Tais relações são
também apresentadas por faixa da razão entre essas vazões. Os resultados mostram que a vazão média diária é estimada com precisão aceitável
pela média entre as vazões observadas as 7:00 e ás 17:00 horas, o mesmo acontecendo com a estimativa da vazão mínima instantânea pelo valor mínimo
das vazões registradas às 7:00 e às 17:00 horas. Foram encontrados bons ajustes entre essas vazões, quando os dados foram analisados por bacias
individuais. Não foram encontrados bons ajustes para os dados de vazões máximas instantâneas em função do valor máximo das vazões registradas às
7:00 e às 17:00 horas. Quando os dados de todas as bacias foram analisados em conjunto, excluídos os dias em que não houve variação de vazões, os
ajustes entre as vazões instantâneas e as vazões registradas às 7:00 e 17:00 horas, forneceram bons resultados sob o ponto de vista do coeficiente de
determinação. Deixaram a desejar, no entanto, do ponto de vista dos valores observados para o erro padrão da estimativa. Foram encontradas boas
correlações entre as vazões máximas e mínimas instantâneas e a vazão média diária para todo o conjunto de dados, quando os dados foram agrupados
por faixa de variação da razão entre essas vazões. 
Palavras-chave: Vazões instantâneas. Vazões Máximas. Vazões Mínimas. Pequenas Bacias Hidrográficas 

 

 

Relations Between Mean, Maximum And Minimum Discharges Observed in Small River Basins
Abstract:
This work presents relationships between mean, maximum
and minimum discharges observed in small basins, with areas varying
from 0.53 to 125 km2, belonging to the Vacacaí Mirim river basin,
in Santa Maria - RS - Brazil. Relationships between the daily
mean, maximum and minimum discharges, obtained from instantaneous discharge measurements, and recorded at 7am and 5pm are
presented. The relationships mentioned are also presented by range of
ratio between these discharges. The results show that the daily mean
discharge is estimated with acceptable accuracy for the average between
the discharges observed at 7am and 5p, the same going for the estimate of the minimum instantaneous discharges for the minimum
discharge values recorded at 7am and 5pm. Good fits were found
between those discharges when the data were analyzed for individual
basins. Fits were not good for the data of instantaneous maximum
discharges as a function of the maximum discharge values observed at
7am and 5pm. When the data of all basins were analyzed together,
excluding days when no discharge variation occurred, the fits between
instantaneous discharges and the discharges recorded at 7am and 5pm
supplied good results in terms of the determination coefficient. However, good results were not obtained for the values observed in terms of
the standard error of estimation (EPE-Erro Padrão de Estimativa).
Good correlations were found between the maximum and minimum
instantaneous discharges and the daily mean discharge for the whole
set of data, when the data were grouped by range of variation of the
ratio between those discharges. 
Keywords: Instantaneous discharges. Maximum discharges. Minimum discharges. Small basins peak flow. Small streams. Small watersheds 

 

 

37 visualizações   21 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrhidro.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter