Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 14 - Nº. 2 - ABR/JUN - 2009
ARTIGO
Sensibilidade do Modelo Hydrus aos Parâmetros Hidráulicos do Solo em Diferentes Texturas
Resumo:
O modelo matemático Hydrus é um dos mais usados atualmente na estimativa do processo de percolação de água e lixiviação de compostos químicos na zona vadosa do solo, em estudos de recarga e contaminação de aquíferos. Os parâmetros hidráulicos do modelo são θs, θr, n, α, Ks, e l. Apesar de estudos anteriores já terem identificado que o modelo Hydrus apresenta maior sensibilidade a alguns dos parâmetros acima, eles não a quantificaram numericamente, nem avaliaram o efeito de diferentes tipos ou texturas de solo na sensibilidade do modelo. O objetivo do presente estudo foi o de calcular a sensibilidade relativa (Sr) de 5 variáveis de saída do modelo Hydrus aos 6 parâmetros supra mencionados, simulando a percolação de água em uma coluna de 61 cm de solo, com tensão inicial (uniforme) de H=-150 cm, lâmina de água de 2 cm na superfície, e drenagem livre no fundo. As variáveis de saída analisadas foram: a) o fluxo de água no fundo da coluna, b) o fluxo de água acumulado no fundo, c) o tempo necessário para a saturação do fundo da coluna, d) o volume de água armazenado na coluna, e e) a umidade no fundo da coluna ao fim da simulação. Para avaliar o efeito da textura na sensibilidade do modelo, 3 solos do Cerrado foram usados nas simulações: 1) um Neossolo quartzarênico (arenoso), 2) um Latossolo Vermelho- amarelo (textura média), e 3) um Latossolo Vermelho-amarelo (argiloso). Concluiu-se que o modelo Hydrus foi mais sensível ao parâmetro n (Sr=2,79), seguido dos parâmetros θs (Sr=1,01) e α (Sr=0,85). O modelo foi praticamente insensível ao parâmetro l (Sr=0,04). Em média, o modelo apresentou uma maior sensibilidade sob o solo argiloso (Sr=1,22), seguido do de textura média (Sr=0,98), com o arenoso apresentando a menor sensibilidade relativa (Sr=0,73). O fluxo de água acumulado foi a variável de saída do modelo mais sensível aos 6 parâmetros estudados (Sr=2,34). 
Palavras-chave: Análise de sensibilidade, percolação, modelo Hydrus. 

 

 

159 visualizações   90 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrhidro.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter