Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 17 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2012
ARTIGO
Análise dos Desenvolvimentos Urbanos de Baixo Impacto e Convencional
Resumo:
Neste trabalho, demonstra-se a aplicação dos métodos convencional e de LID a uma micro-bacia, comprovando que através do planejamento urbano é possível criar paisagens Hidrologicamente funcionais, com comportamento similar ao natural. A análise comparativa dos métodos de planejamento urbano foi realizada em uma microbacia urbana na área no Campus da Universidade Federal de São Carlos, na sub-bacia do Rio do Monjolinho, no município de São Carlos/SP. Avaliaram-se os aspectos hidrológicos, urbanísticos e ambientais como forma de comparar três cenários: pré-desenvolvimento, desenvolvimento convencional existente e desenvolvimento de baixo impacto (LID). Selecionaram-se parâmetros que permitiram avaliar os cenários propostos. Os resultados demonstram um ganho paisagístico e estético no projeto de desenvolvimento de baixo impacto; com a criação de 25% de área de cobertura vegetal; com o aumento de áreas permeáveis pela redução de 17% das áreas impermeáveis (vias, estacionamentos e passeios) em relação à urbanização convencional. Quanto aos aspectos hidrológicos, consegue-se uma redução de 21% da vazão de pico, e 26,9% do volume de pós-desenvolvimento em relação ao convencional, alcançado com o uso de técnicas de LID, sem o benefício do uso de práticas de gerenciamento integradas (IMP`s). Com o uso de IMP`s, a infiltração das águas precipitadas mantém as condições mais próximas possíveis das condições naturais.  
Palavras-chave: Desenvolvimento de baixo impacto. Drenagem urbana. Planejamento urbano.  

 

 

Analysis of Low Impact and Conventional Urban Developments
Abstract:
This study shows the use of Conventional and
LID methods in a microbasin, proving that through urban
planning it is possible to create hydrologically functional
landscapes, with a behavior similar to the natural one. The
comparative analysis of the urban planning methods was
performed in an urban microbasin on the Campus of the
Federal University of São Carlos, in the Monjolinho River
basin, in the municipality of São Carlos/SP. Hydrological,
urbanistic and environmental aspects were evaluated to
compare three scenarios: pre-development, existing conven-
tional development and low impact development (LID).
Parameters were selected to allow evaluating the proposed
scenarios. The results show a landscaping and esthetic
gain in the low impact development project, with the crea-
tion of 24% plant cover area, increase of areas rendered permeable by reducing 17% of the impervious areas (roads, parking lots and sidewalks) compared to conventional urbanization. As to the hydrological aspects, a reduction of
21% peak flow and 26.9% post-development volume are
achieved compared to the conventional one, using LID
techniques without the benefit of integrated maangement
practices (IMPs). Using IMPs the infitration of rain water
keeps the conditions as close as possible to natural conditions.  
Keywords: Low Impact Development . Urban drainage. Urban planning  

 

 

125 visualizações   73 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter