Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 21 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2016
ARTICLE
Performance evaluation of optimization models in the determination of wastewater treatment efficiencies inside watersheds
Abstract:
Determination of sewage treatment plants pollutant removal efficiencies, considering the protection of water resources, is very difficult because it involves complex analysis that must take into account multiple discharges into watercourses presenting different self depuration capacities. The research aimed to evaluate different optimization models for determination of minimum sewage treatment efficiencies for plants located in a watershed. The analyzed optimization models involves minimization of the sum of treatment efficiencies and minimization of inequity between sewage treatment efforts. Water quality mathematical model and Genetic Algorithm were combined in a MatLab software computing environment. The Pardo river watershed is the study area. Pardo river is a tributary of the Itapemirim river, important watercourse located in the southern part of Espirito Santo State, in Brazil. The results indicate that the optimization models that incorporate measurement of equity as a problem restriction did not generate consistent answers, probably because of the wide range of sewage loads values considered in the Pardo river watershed. The models that incorporate equity measures in the objective function showed satisfactory performance and resulted in very close values for minimum sewage treatment efficiencies.

 
Keywords: Optimization; Genetic algorithms; Water quality modeling; Wastewater 

 

 

Avaliação de modelos de otimização aplicáveis à determinação de eficiências de tratamento de efluentes no âmbito de uma bacia hidrográfica
Resumo:
A escolha de eficiências de estações de tratamento de esgotos é complexa quando avaliada no âmbito de bacias hidrográficas, função dos múltiplos lançamentos, de diferentes cargas, dispostos em corpos d-água com diferentes capacidades de assimilação. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar modelos de otimização aplicáveis à determinação de eficiências mínimas de tratamento de esgotos no âmbito de uma bacia hidrográfica. Os modelos de otimização avaliados consideraram a minimização do somatório das eficiências e a minimização da inequidade entre os esforços de tratamento de esgotos. Um modelo matemático de qualidade de água e o Algoritmo Genético foram combinados no ambiente computacional do software MatLab, o que permitiu a obtenção de eficiências mínimas de tratamento de esgotos a partir dos modelos de otimização utilizados. A bacia hidrográfica do rio Pardo, afluente do rio Itapemirim - importante curso d-água da porção sul do estado do Espírito Santo - constituiu a área de estudo. Os resultados indicaram que os modelos de otimização que incorporam medida de equidade como restrição do problema não apresentam respostas consistentes, função da grande variação de carga orgânica bruta existente nos efluentes produzidos na bacia hidrográfica do rio Pardo. Os modelos que incorporaram medidas de equidade na função objetivo apresentaram desempenho satisfatório e permitiram a obtenção de conjuntos de eficiências de tratamento de esgotos próximos entre si.

 
Palavras-chave: Otimização; Algoritmo genético; Modelagem de qualidade de água; Efluente 

 

 

263 visualizações   176 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter