Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 21 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2016
ARTICLE
Dynamics of sedimentary Capibaribe River bed after deepening dredging
Abstract:
The growth of urban centers in the country are increasingly dependent on the adoption of new mobility options, and before this need was developed and initiated a project to build a river corridor passenger in a part of the Capibaribe River in the city of Recife-PE. For the implementation of a navigation channel deepening are needed dredging to define a geometry of the bed of the river compatible with the needs of ships that will traverse the channel. The monitoring of dredging is done with the constant bathymetric surveys where the information volumes of dredged sediments are removed, aiming to also check the temporal behavior of deposition and erosion processes. In this context, the work aimed to evaluate the geometry of the Capibaribe river bed after the deepening dredging, using data from bathymetric surveys at different times for making longitudinal and transverse profiles, and create digital models of depth to extract information about the deposition/aggradation or erosion/removing sediments and their respective volumes. Early Profile Capibaribe river showed mild slope and heterogeneity in the bottom of the form, especially after kilometer five, with trends of deposition/aggradation downstream of the confluence region with tax arising from the weir Apipucos and upstream of the winding sections in local enlargement of the cross section, and the amount of the fork located at kilometer nine. The scenarios after the dredging to deepen indicate places with predominance of erosion and other sedimentation processes. They compared the longitudinal and transverse profiles of two areas located in western shipping channel, one with 350 meters and over 1000 meters, where it was found that the area 1 to erosion/sediment removal exceeded sedimentation/aggradation, indicating the occurrence of dredging the interval between the two surveys linked to the natural processes. In the study area 2 the sedimentation/aggradation exceeded the removal/erosion, with a volume equivalent to 1 cm thickness. The aggradation occur homogeneously in the navigation channel, while erosion was located on the banks, more intensely on the right bank of the river.

 
Keywords: Capibaribe River; Dredging; Sediment 

 

 

Dinâmica sedimentar do leito do Rio Capibaribe após dragagens de aprofundamento
Resumo:
O crescimento dos centros urbanos no país demanda cada vez mais a adoção de novas opções de mobilidade, e diante desta necessidade foi elaborado e iniciado um projeto que visa construir um corredor fluvial de passageiros em uma parte do rio Capibaribe na cidade do Recife-PE. Para a implantação de um canal de navegação são necessárias dragagens de aprofundamento para definir uma geometria do leito do rio compatível com as necessidades das embarcações que irão percorrer o canal. O acompanhamento das dragagens se faz com os constantes levantamentos batimétricos de onde são retiradas as informações dos volumes de sedimentos dragados, tendo como objetivo também verificar o comportamento temporal dos processos de deposição e erosão. Nesse contexto, o trabalho teve como objetivo avaliar a geometria do leito do rio Capibaribe após as dragagens de aprofundamento, utilizando dados de levantamentos batimétricos em períodos distintos para confeccionar perfis longitudinais e transversais, e criar modelos digitais de profundidade para extração de informações sobre a deposição/agradação ou erosão/remoção de sedimentos e os seus respectivos volumes. O perfil primitivo do rio Capibaribe apresentou suave declividade e heterogeneidade nas formas do fundo, principalmente após o quilômetro cinco, com tendências de deposição/agradação a jusante da região de confluência com tributário advindo do açude de Apipucos e a montante dos trechos sinuosos, nos locais de alargamento da seção transversal, e a montante da bifurcação situada no quilometro nove. Os cenários após as dragagens de aprofundamento indicam locais com predominância dos processos erosivos e em outros, processos de sedimentação. Foram comparados os perfis longitudinais e transversais de duas áreas situadas no canal de navegação oeste, uma com 350 metros e outra com 1000 metros, onde se verificou que na área 1 a erosão/remoção de sedimentos superou a sedimentação/agradação, indicando a ocorrência de dragagens no intervalo entre os dois levantamentos associado aos processos naturais. Na área de estudo 2 o processo de sedimentação/agradação superou o de remoção/erosão, com um volume equivalente a uma camada de 1 cm de espessura. A agradação ocorreu de forma homogênea no canal de navegação, enquanto que a erosão localizou-se nas margens, mais intensamente na margem direita do rio.

 
Palavras-chave: Rio Capibaribe; Dragagem; Sedimentos 

 

 

139 visualizações   84 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter