Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 21 - Nº. 3 - JUL/SET - 2016
ARTICLE
Rule curve for seasonal increasing of water concessions in reservoirs with low regularized discharges
Abstract:
Regions with high hydrological variability are usually supplied by reservoirs that regularize discharges inter-annually, with low discharge of regularization, seasonally subject to large over-ow and evaporation losses in their periods of high water levels. The Brazilian semiarid is one of such regions. This work looks at the possibility of using water that would be evaporated and/or spilled, in regions with such characteristics, to supply demands that would not be otherwise provided by the maximum legally allowed withdrawal discharge. The proposed method was applied to the operation of a large reservoir, located in the semiarid region of Brazil. Through simulation of the water budget and optimization, a rule curve was developed for reservoir operation for achieving the maximum exploitable reservoir withdrawal in rainy periods. The results show that it is possible to use the excess water in periods of large in-ows with no damage to water supply during dry periods. 
Keywords: Concession discharge; Reservoir operation; Rule curve. 

 

 

Curva-guia para incremento sazonal da outorga em reservatórios com baixas vazões de regularização
Resumo:
Regiões com alta variabilidade hidrológica são, geralmente, abastecidas por reservatórios plurianuais com baixas vazões de regularização, sujeitos, sazonalmente, a grandes vertimentos e a perdas por evaporação em seus períodos de cotas altas. O semiárido brasileiro é uma dessas regiões. Este trabalho levanta a hipótese do aproveitamento da água vertida e/ou evaporada, em regiões com estas características, para suprir demandas não atendidas pela vazão outorgável dos reservatórios, utilizando uma vazão máxima excedente para incrementar a vazão outorgável. Como caso de estudo, foi efetuada a operação de um reservatório de grande porte, localizado no semiárido brasileiro. Por meio de simulação do balanço hídrico e otimização, foi desenvolvida uma curva-guia para operação do reservatório e encontrada a vazão excedente máxima explorável em períodos de cheia. Com os resultados encontrados, pode-se concluir que há a possibilidade de utilizar uma vazão excedente em períodos de grandes a-uências sem que o abastecimento em períodos secos seja prejudicado. 
Palavras-chave: Vazão outorgável; Operação de reservatórios; Curva-guia. 

 

 

191 visualizações   125 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter