Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 20 - Nº. 1 - JAN/MAR - 2015
ARTIGO
Processos Hidrológicos e Hidrodinâmicos da Lagoa Mirim
Resumo:
A Lagoa Mirim está localizada no extremo Sul do Brasil e a Leste do Uruguai,e forma com a Lagoa dos Patos o maior complexo lagunar da América do Sul. A conexão entre os dois sistemas ocorre através de um canal natural, chamado de Canal de São Gonçalo. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o regime hidrológico de alguns dos principais afluentes da Lagoa Mirim, bem como estudar a variabilidade espacial e temporal dos principais fatores que controlam a sua hidrodinâmica. Através das séries temporais de nível e de dados de vazão do Canal de São Gonçalo, foi possível produzir uma curva-chave e estimar a série temporal de vazão da Lagoa Mirim para a Lagoa dos Patos (para o período de 1 janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2011).O escoamento médio da Lagoa Mirim para a Lagoa dos Patos está em torno de 600 m3s-1. Também foram analisadas as séries temporais de três tributários da Bacia da Lagoa Mirim: Rio Cebollati, Rio Tacuarí e Rio Piratini. A partir do modelo analítico de desníveis e das séries temporais de vazão, foi possível observar que os processos hidrodinâmicos na Lagoa Mirim são modulados principalmente pela descarga fluvial dos seus afluentes, e secundariamente pelos efeitos do vento. Além disso, as variações de nível que ocorrem por longos períodos de tempo indicam que a Lagoa Mirim atua como um grande reservatório de água. 
Palavras-chave: Hidrologia. Estimativa de vazão. Curva-Chave. Lagoa Mirim. Canal de São Gonçalo. 

 

 

Hidrology and Hydrodynamics of Mirim Lagoon
Abstract:
The Mirim Lagoon is located between southern Brazil and eastern Uruguay, and combined with the Patos Lagoon forms the largest lagoon complex of South America. These systems are connected with the Atlantic Ocean through a natural channel, called São Gonçalo Channel. The main objectives of this study are to characterize the hydrological variability of the main Mirim Lagoon tributaries, as well as to study the spatial and temporal variability of the main factors controlling the lagoon hydrodynamics. Based on water level time series and flow data, it was possible to estimate a freshwater discharge time series from the Mirim Lagoon towards the Patos Lagoon (for the period between 1stJanuary 2009 to 31stDecember 2011) and also produce a rating curve. The mean flow from the ML to the Patos Lagoon is 600 m3s-1. The time series of the main tributaries of Mirim Lagoon (Cebollati, Tacuari and Piratini rivers) were also analyzed. A combination between an analytical model of slopes and freshwater discharge time series, indicated that the Mirim Lagoon hydrodynamics is modulated by two main factors: mainly by the river discharge of its tributaries, and secondly by the wind effect. The long-term water level variations indicate that ML acts as a large water reservoir. 
Keywords: Hidrologia. Estimativa de vazão. Curva-Chave. Lagoa Mirim. Canal de São Gonçalo. 

 

 

484 visualizações   330 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter