Associação Brasileira de Recursos Hídricos
 
Facebook
Linkedin
Twitter
SISTEMA DE REVISÃO: SUBMETA SEU ARTIGO
   
Login / Cadastre-se
 
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 20 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2015
ARTIGO
Eficiência da interceptação de esgoto sanitário em rede pluvial na bacia do Arroio Capivara, Porto Alegre,RS / Efficiency of foul sewage diversion into a storm drainage system in the Arroio Capivara watershed basin - Porto Alegre/RS
Resumo:
RESUMO

A destinação de efluentes sanitários à rede pluvial é uma constante no Brasil. Tendo em vista a presença anterior do sistema pluvial ao separador absoluto, esta era a alternativa para o afastamento do esgoto cloacal das zonas urbanizadas. Após, com as iniciativas de integralização das redes separadoras absolutas, discute-se alternativas para a universalização da coleta de efluentes sanitários. Este trabalho propôs-se a analisar a resposta de uma bacia quando da interceptação das cargas sanitárias presentes no sistema pluvial por meio de coleta de tempo seco. As análises foram feitas com base no modelo chuva-vazão SCS-Hidrograma Unitário Triangular, considerando os dados pluviométricos e características da bacia hidrográfica e do esgoto sanitário da região. Juntamente, utilizou-se de séries sintéticas de precipitação que, inseridas no modelo desenvolvido, auxiliaram na obtenção dos resultados. Foi adotada a bacia hidrográfica do Arroio Capivara, na Zona Sul de Porto Alegre, para aplicação da metodologia. O intuito deste estudo foi comparar o total de carga estimada em termos de DBO lançada no corpo receptor com e sem o sistema de interceptação proposto. Para isto, foram idealizados quatro cenários, com a variação da vazão de interceptação e da urbanização (representada pelo parâmetro CN), chegando a valores de aproximadamente 85% de desvio da carga de efluentes.

Palavras Chave: Rede de esgoto mista. Coleta de tempo seco. Interceptação de esgoto sanitário


ABSTRACT

Disposal of sanitary sewage into the storm drainage network is a common practice in Brazil. As the storm drain system was commonly built before the sanitary sewers, this was the alternative to remove foul sewage from the urban areas. Afterwards, with the rise of separate sewage networks, alternatives to universal collection of sewage are being discussed. This paper aims to analyze the response of a watershed when intercepting sewage discharges in storm drainage networks, through collection in dry weather conditions. The analysis was based on the SCS-Triangular Unit Hydrograph rainfall-runoff model, considering the rainfall data and watershed and sewage characteristics in the region. In addition, synthetic precipitation series were used to obtain better results. The Arroio Capivara watershed basin (in Porto Alegre city) was chosen to apply this methodology. The aim of this study is to compare the total BOD estimated discharge in the receiving water body with and without the proposed interception system. For this, four scenarios were modeled, varying the flow interception and the level of urbanization (represented by the CN parameter), obtaining values of approximately 85% sewage diverted.

Keywords: Combined sewage system. Flow interception. Sewage diversion during dry weather 
Palavras-chave: Rede de esgoto mista. Coleta de tempo seco. Interceptação de esgoto sanitário / Combined sewage system. Flow interception. Sewage diversion during dry weather 

 

 

166 visualizações   90 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

 

 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE RECURSOS HÍDRICOS

Onde Estamos
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Caixa Postal 15029 - CEP 91501-970 - Porto Alegre - RS - Brasil

Nossos Contatos
Fone: (51) 3493 2233 / 3308 6652 - Fax: (51) 3493 2233 - E-mail: abrh@abrh.org.br

ABRH NA REDE
Facebook     Linkedin     Twitter